___________________________________________________________________
Sejam bem-vindos ao blog 'Magnetismo'!

Abordaremos aqui temas especialmente relacionados ao 'Magnetismo Animal', suas aplicações aos métodos de cura e sua ligação com a Doutrina Espírita, entre outros temas afins.

Agradecemos a sua visita!
___________________________________________________________________

O Magnetismo Animal e a Cura



O homem não é apenas um corpo. A complexidade da fisiologia humana ultrapassa os limites de observação dos sentidos físicos. O homem está imerso numa matéria sutil, que se espalha por todo o Universo e o interliga com todos os seres: é o princípio vital, também chamado fluido vital ou Magnetismo Animal. Essa é a causa da vitalidade orgânica e o princípio que mantém e recupera a saúde. Toda essa estrutura, desconhecida da ciência oficial, tem origem na matéria. Matéria sutil, distante do alcance dos instrumentos científicos atuais. O espírito é uma individualidade imaterial que rege essa complexa composição orgânica. O médico Franz Anton Mesmer (1734-1815) revelou ao mundo essas descobertas que renovam as ciências médicas e abrem as portas para uma medicina que realmente cura e preserva a saúde.



A ciência do Magnetismo Animal foi considerada irmã do Espiritismo por Allan Kardec, que a estudou profundamente por mais de 35 anos. O termo Magnetismo Animal tem três significados: em primeiro lugar, é um agente natural como eletricidade, magnetismo mineral, gravidade e luz. Em segundo, é uma ciência que estuda esse agente natural e suas relações com a natureza humana. Por fim, o terceiro significado é uma terapia científica destinada a curar o homem e mantê-lo saudável, oferecendo ao médico explicações racionais sobre as causas das doenças e o processo natural de recuperação da saúde. "Ver-se-á, ouso crer, que essas descobertas não são produtos do acaso, mas sim o resultado do estudo e da observação das leis da natureza; que a prática que eu ensino não é um empirismo cego, mas um método racional. (...) Essa doutrina, enfim, colocará o médico em condições de bem julgar o grau de saúde de cada indivíduo, e de preservá-lo das doenças às quais poderá estar exposto. A arte de curar atingirá assim a derradeira perfeição", explicou Mesmer em sua obra Memórias, publicada em 1799.



É importante destacar que todas as teorias ocidentais sobre o mecanismo das doenças e as práticas terapêuticas da medicina oficial antes de 1800 eram completamente falsas. As perniciosas terapias, mantidas por tradição e empirismo - sangrias, vomitórios, vesicatórios, doses de ópio e outras fórmulas perigosas -, prejudicavam os pacientes e muitas vezes antecipavam sua morte. As cirurgias, procuradas somente pelos pacientes já sem esperança, eram feitas sem anestesia. Os cirurgiões haviam desenvolvido a habilidade de decepar tumores a sangue frio, cauterizando-os rapidamente com um ferro em brasa. A experiência era traumática e poucos sobreviviam, mesmo porque não havia assepsia alguma. "A ignorância dos séculos precedentes sobre este assunto garantiu aos médicos a confiança supersticiosa que eles possuíam e que inspiravam nos seus específicos e suas fórmulas, tornando-os déspotas e presunçosos", esclareceu Mesmer, em suas Memórias, de 1779.



A ciência do Magnetismo Animal ainda é desconhecida no meio acadêmico da medicina. O Médico Mesmer criou uma terapia científica, revolucionou a medicina, antecipou conceitos da Doutrina Espírita, elaborou uma fisiologia humana espiritualista, iniciou a psicologia experimental, mas suas descobertas estão esquecidas ainda hoje, aguardando quem as resgate.





Texto retirado de reportagem presente na revista Universo Espírita.



Blog 'Espírita na Net' - Posts Recentes

Visite!

Clique no livro e leia "O Evangelho Segundo o Espiritismo"

Este blog é melhor visualizado no Firefox!

  © Blogger template 'Perfection' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP