___________________________________________________________________
Sejam bem-vindos ao blog 'Magnetismo'!

Abordaremos aqui temas especialmente relacionados ao 'Magnetismo Animal', suas aplicações aos métodos de cura e sua ligação com a Doutrina Espírita, entre outros temas afins.

Agradecemos a sua visita!
___________________________________________________________________

FLUIDOS - CONCEITOS



FLUIDO UNIVERSAL



O Fluido Universal é a matéria básica fundamental de todo o Universo material e espiritual, a matéria elementar primitiva. É altamente influenciável pelo pensamento (que é uma forma de energia), podendo se modificar, assumir formas e propriedades particulares. O Fluido Universal preenche todo o espaço existente entre os mundos. Por meio dele viajam as ondas do pensamento, do mesmo modo que as ondas sonoras se projetam na camada atmosférica.



A Doutrina Espírita denomina de Fluido Universal a matéria elementar que serve para a criação de todas as outras. Tanto a matéria que conhecemos na Terra (pedra, ar, água, nossos corpos e tudo o que existe), quanto a matéria do Plano Espiritual (que forma as colônias, o perispírito, o fluido emitido pelo passe) são feitos de Fluido Universal. Essa única matéria básica transforma-se em todas as outras conforme atua nela o Pensamento de Deus ou dos próprios Espíritos.



FLUIDO VITAL



Uma das modificações mais importantes do fluido universal é o fluido vital. Ele é o responsável pela força motriz que movimenta os corpos vivos. Sem ele, a matéria é inerte. Podemos dizer que ele é responsável pela animalização da matéria, pois, segundo os Espíritos, a vida é resultado da ação de um agente sobre a matéria. Esse agente é o fluido vital. É ele que dá vida a todos os seres que o absorvem e assimilam. A matéria sem ele não tem vida, assim como ele sem a matéria não é vida. Cada ser tem uma quantidade de fluido vital, de acordo com suas necessidades. As variações dependem de uma série de fatores. Allan Kardec nos instrui sobre o assunto em O Livro dos Espíritos.



PERISPÍRITO



A palavra “perispírito” foi empregada pela primeira vez por Allan Kardec, no item 93 de "O Livro dos Espíritos". Mais tarde, os Espíritos Instrutores, endossando a designação, passaram a empregá-la regularmente. Tal denominação baseia-se na forma com que se apresenta esse complexo fluídico, envolvendo a alma.



Outras denominações conhecidas referem-se mais à sua natureza ou funções. Assim, André Luiz, por Francisco Cândido Xavier, chama-o de “psicossoma e, também, “corpo espiritual” - lembrando, aliás, a designação do apóstolo Paulo, em sua primeira epístola aos Coríntios (15:44).



Hoje os autores dão aos três termos - perispírito, corpo espiritual e psicossoma - o mesmo sentido. É surpreendente o fato de que muito cedo – antes inclusive do surgimento da Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec – Mesmer, em seus estudos a respeito do magnetismo animal, levou à constatação de um intermediário entre o espírito e o corpo, que receberia, posteriormente, a denominação de perispírito pelo codificador do espiritismo.



O perispírito é um envoltório, ou corpo fluídico, de natureza semi-material, constituído das modificações do fluido universal. É, por assim dizer, uma condensação do fluido cósmico em redor do foco de inteligência ou alma, deduzindo-se daí que o corpo perispiritual e o corpo humano têm sua fonte no mesmo fluido, posto que sob dois estados diferentes.



O perispírito pode ser definido como um veículo intermediário entre o Espírito e a matéria. É o agente das sensações externas. Quando um Espírito reencarna, é pelo perispírito que se liga à matéria. Isso porque o Espírito é imaterial, necessitando de um intermediário, para que possa manifestar-se no mundo físico. O Espírito, quando encarnado, não age diretamente sobre os corpos materiais. Sua natureza abstrata não o permite. O perispírito é o laço que serve de elo entre ambos, pois, enquanto de um lado sofre a influência do pensamento, do outro exerce contato com a matéria. É o perispírito quem transmite as ordens conscientes e inconscientes do Espírito para a atuação do corpo físico.



O perispírito não é uma massa homogênea. Possui órgãos como o corpo físico e centros vitais (ou centros de força, como denominou André Luiz, sendo mais comumente conhecidos como “chakras”), por onde são absorvidas as energias espirituais.



O perispírito transcende o corpo físico, irradiando-se para fora dele e compondo a “aura”. Pode inclusive desprender-se do corpo, quando este está em estado de transe, permanecendo ligado por cordões fluídicos. Pode ser visto por videntes e também materializar-se. É um dos principais fatores para a identificação dos Espíritos. Nos fenômenos de aparições de Espíritos, chamados de "materializações", o que se vê é o perispírito da entidade que se manifesta, e não o Espírito, como pensam alguns.


Blog 'Espírita na Net' - Posts Recentes

Visite!

Clique no livro e leia "O Evangelho Segundo o Espiritismo"

Este blog é melhor visualizado no Firefox!

  © Blogger template 'Perfection' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP